logo federação
44 ANOS
logo federação
Principal Estatuto Disciplinar Rel. Anual Diretoria História Contato Localização
Notícias Fotos Vídeos Mídias Colunas Biblioteca
Enquetes Eventos Galeria de Honra Fundo do Baú Publicações
Atletas Clubes Regulamentos Calendário Resultados Campeonato Recordes Validador
NOTÍCIAS
voltar ao menu
ANÁLISE DA 4ª ETAPA DOS CAMPEONATOS BRASILEIRO E MARANHENSE
31/05/2019
Finalizada a 4ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Carabina, Pistola e Rifle, realizada dos dias 17 a 19 de maio, competição esta que segue concomitantemente com a 4ª Etapa do Campeonato Maranhense On-line da Carabina, Pistola e Rifle, ocorrida no Maranhão nas sedes em São Luís – 24º BIS, São José de Ribamar – CAPETIM, Balsas – CBTD e Imperatriz-CCPETI, além de atiradores que atiram Brasil afora, em locais On-Line, vestindo as cores do Maranhão.

Tivemos ao todo, 332 inscrições, um número muito significativo e que reflete o bom momento do Tiro Esportivo maranhense. Este ano apenas a 2ª Etapa teve um número superior, de 360 inscrições.

Deste total de 332 inscrições, cerca de 150 foram feitas pelo Campeonato Brasileiro, e o restante exclusivamente pelo Campeonato Maranhense, valendo relembrar que as inscrições pelo Campeonato Brasileiro são automaticamente replicadas para o Campeonato Maranhense, e o atirador que as fizer, além de se habilitar ao Nível III , também concorre em dois Campeonatos, o Brasileiro e o Maranhense.

Lembramos que este ano de 2019, o Campeonato Brasileiro terá 10 etapas, sendo que a 5ª Etapa, de 13 a 16 de junho, será para nós o 49º Torneio Norte Nordeste, que ocorrerá na cidade de Fortaleza. Este fato fará com que em todos os Estados do Norte e Nordeste do Brasil, não realizem as provas On-Line de Carabina, Pistola e Rifle, do mês de junho, ficando apenas a prova PRESENCIAL em Fortaleza.

Nas armas Olímpicas tivemos apenas dois atiradores disputando as provas, sendo eles Francisco Farias, nas armas curtas, e Anthony Guimarães na Carabina de Ar Olímpica. Farias fez na prova de Pistola Standard, 491 pontos de 600 máximos possíveis, ficando em 1º lugar nacional na categoria Máster.

Para quem não conhece esta prova, ela se dá na distância de 25m, na posição de pé, com pistola de calibre .22, em 12 séries de 5 disparos cada, sendo 4 séries de 150 segundos, 4 séries de 20 segundos e 4 séries de 10 segundos. O alvo é o de revólver de precisão, o mesmo de CMA 50m. É utilizada a minoteira para marcar os tempos, abrindo e fechando o alvo nos segundos exatos. Ele ainda ficou com a 2ª posição nas provas de Fogo Central, Pistola de Ar e Tiro Rápido.

Já nosso pequeno Anthony, de apenas 12 anos, categoria Júnior, ficou em primeiro lugar na prova de Carabina de Ar, com 487 pontos de 600 máximos possíveis. Fez as suas 6 séries em média na casa dos 80 pontos. Para quem não conhece, essa prova se dá a uma distância de 10m, com 60 disparos, na posição de pé, com carabina de ar de chumbo de 4,5mm.

Das competições realizadas pela 4ª Etapa do Campeonato Maranhense On-Line de Carabina, Pistola e Rifle, a que teve maior número de atiradores e a mais concorrida foi a Carabina Mira Aberta 25m – Sporter, que teve ao todo 35 atiradores, entre as categorias Sênior (homens de 21 a 55 anos), Máster (homens acima de 55 anos), Júnior Masculino (homens até 21 anos) e Dama (mulheres entre 21 e 55 anos) e que na categoria Sênior, ela foi vencida brilhantemente por Emir Wendler, do Clube Balsense de Tiro Desportivo, com 323 pontos, hoje um dos maiores carabineiros do Maranhão, e que foi seguido de perto por Sérgio Paulo Guimarães, do CAPETIM, com 322 pontos, outro grande atirador, não só nas carabinas , como nas armas curtas. Um pouco mais distante, mas em 3º lugar, surgiu Wilson de Jesus, um novato no esporte, do CLAM, com 306 pontos.

E na categoria Júnior, quem ficou em segundo lugar em nível nacional, foi Anthony Guimarães, com 311 pontos. E ele fez melhor, quando na prova de CMA 50m, conquistou o 1º lugar, com 180 pontos. Uma grande conquista. Anthony ainda ganhou o 2º lugar em várias outras modalidades.

Na categoria Máster, a briga ficou por conta e entre os atiradores João Nogueira, Danísio Marabuco e João Alexandre. Nesta etapa quem se deu melhor, em âmbito estadual, foi João Nogueira que ganhou a prova. Danísio ficou em segundo lugar. Mas a grande façanha de Danísio, foi ter vencido nacionalmente a prova de Duelo 20” Light, Pistola Maior, na categoria Máster. Nosso médico e amigo de Timon, está com tudo.

Mas por equipes, pelo Campeonato Maranhense, na prova de CMA 25m Sporter, quem ganhou foi a equipe do CLAM, que somou 10 pontos, e seus 3 melhores atiradores (Anthony-Wilson-Noredim) somaram 920 pontos, contra 875 pontos da equipe 2º colocada (Emir-Luiz Wagner-Rogério Giaretton), do CBTD de Balsas, a equipe 3º colocada foi do Clube de Caça, Pesca e Tiro do Maranhão, (Paulo Guimarães-Flávio César-José Olavo) que fez 864 pontos. E como a prova foi muito disputada, ainda tivemos a 4ª equipe, do Clube de Caça, Pesca e Tiro de Imperatriz-CCPETI que fez 837 pontos, com os atiradores Carlos Gianiny, Stênio Colaço e Wanderlan Leão.

Na prova de Carabina Mira Aberta de Ar (CMA Ar), onde o Maranhão já teve mais tradição, inclusive com vários Recordes brasileiros, passa por um momento ruim, sem destaques nem pontuações elevadas, com poucos atiradores se dedicando a ela.

Ainda nas provas de Carabinas, mas das disciplinas de Rifle Internacional, que englobam as provas de WRABF, CMP Sporter, NRA e F- Class, tivemos como destaque o atirador José Augusto Carvalho, que ficou em 3º lugar nacional, com 279 pontos de 320 máximos possíveis, na categoria Principal-Classe A, da prova de NRA Mira Metálica. Parabéns ao nosso Capitão.

Nas provas de WRABF, temos 3 participantes principais que compõe as equipes maranhenses, sendo eles José Augusto dos Reis, iniciador da modalidade no Maranhão e profundo conhecedor de seus segredos, seu filho, Thiago Nelson dos Reis que está em grande fase, e Gilles Renner, que reside em Fortaleza, mas atira pelo Maranhão, um grande e importante reforço, sem dúvida. Eles ficaram em 3º lugar por equipes, nacionalmente, na prova de Carabina WRABF Ar Comprimido - Heavy Varmint, perdendo apenas paras as poderosas equipes de São Paulo e Minas Gerais.

Mas ainda precisamos de mais atiradores especialistas nestas modalidades, pois ao todo o WRABF contempla 7 provas, sendo 4 de ar comprimido a 25m, e 3 de fogo circular (.22), a 50m.

Atiradores do Maranhão devem vir conhecer estas provas, todas realizadas com as armas apoiadas em uma mesa (Bench), onde se usa lunetas e onde se precisa de muita técnica para vencer os seus desafios. Realmente são provas desafiadoras e emocionantes.

Estas provas, assim como as provas Olímpicas, tem ainda muito espaço para crescer no Maranhão, pela simples falta de praticantes de suas modalidades. Vamos lá turma, a FMTE convida vocês a conhecerem estas provas.

Já nas provas de Duelo 20” e Duelo 20” Light, estamos experimentando um rápido e sólido crescimento. Basta ver a quantidade de atiradores disputando as 10 provas destes duelos.

Como destaques nas provas de Duelo 20”, que acontecem na distância de 25m, tivemos várias equipes formadas, inclusive com destaque nacional.

Como grandes nomes desta prova, que possui 5 modalidades (Revólver Maior/Revólver Menor/Revólver Snubby/Pistola Maior/Pistola Menor) , temos Sérgio Paulo Guimarães, Noredim Oliveira, Diego Mamede e Ruan Boaid, que quando se juntam e formam equipes, sempre conseguem grandes resultados.

Todos em grande fase, ainda em crescimento, com dedicação e compromisso com a prova. Noredim foi um dos que avançou de forma mais rápida e consistente. Ruan continua imbatível no Revolvér Menor. Diego consegue bons resultados em todas as modalidades que participa, e Paulo Guimarães, atual Campeão Maranhense em todas as modalidades de Duelo, está em grande fase e servindo de inspiração aos companheiros.

Vale lembrar que também em fase de ascenção, está o atirador do CBTD, Alessandro Arruda, que vem melhorando sua pontuação paulatinamente. E ainda se falando do sul do Maranhão, um resultado que chamou a atenção, foi o segundo lugar alcançado pelo atirador Rogério Macedo, no Duelo Light, Pistola Maior. Vale lembrar que esta prova foi concorridíssima, com 25 atiradores em disputa.

Nacionalmente falando tivemos dobradinha maranhense na prova de Duelo 20 Segundos - Pistola Calibre Menor - Sênior - Classe B, com Noredim Oliveira e Diego Mamede, com 193 e 191 pontos respectivamente. Ruan Boaid e Paulo Guimarães, conseguiram na Classe A, 193 e 192 pontos, respectivamente. Essa super equipe consegui a quarta colocação em nível nacional. Parabéns a estes meninos dos dedos de ouro.

Já em nível estadual, outro novato se destacou nesta etapa. Foi o atirador Paulo Wanderley, que fez 111 pontos na prova de Duelo 20 Segundos Light - Pistola Calibre Menor, seguido de Francisco Assunção. João Nogueira, Eudyno Castro, o novato Marcus Vinícius Guimarães, que venceu a prova de Duelo 20 Segundos Light - Revólver Calibre Menor, vem mordendo pelas beiradas. Hélder Borges também, fruto de sua dedicação e treinamentos reiterados.

Não podemos esquecer da arbitragem maranhense que atuou nesta 4ª Etapa. No CAPETIM a FMTE tinha como árbitro o Sr. Johnson Willis, que além de Delegado Técnico do local, é árbitro Internacional da ISSF. Em Balsas, tivemos os árbitros da FMTE, Emanoel Bartolomeu e Emir Wendler, em Imperatriz, tivemos o Delegado Técnico do local, e árbitro pela FMTE, o Sr. Francisco Farias, no 24º BIS tivemos a participação do Delegado Técnico e Árbitro Internacional da ISSF, o Sr. Clauber Muniz, que atua no posto de Classificação, e que foi auxiliado pelos árbitros da FMTE, Edmilson Furtado, Antônio Baima, Kamilla Baima, Washington Duílo e pelo árbitro assistente, Antônio Fernando Fernandes.

Todos fizeram grande trabalho. Um trabalho imprescindível para o bom e justo andamento das competições.

No 24ºBIS os atiradores contaram ainda com a presença do Sr. Lindomar Freire, armeiro, para resolver quaisquer problemas que pudessem ter ocorrido com seus equipamentos.

Já vai bem extensa esta análise dos resultados da 4ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Carabina, Pistola e Rifle, e 4ª Etapa do Campeonato Maranhense On-line da Carabina, Pistola e Rifle.

Mas a conclusão principal que se tira é que nossos atiradores estão em fase de crescimento e amadurecimento técnico. Resultados aumentando, consciência da necessidade de treinamentos fundamentados, reconhecimento da importância da promoção das competições como molas propulsoras para todo este progresso.

Outra conclusão é a expressiva participação maranhense nas provas da CBTE, e a formação de inúmeras equipes, alcançando uma das metas do planejamento técnico da FMTE para este ano de 2019, que é de ficar entre as 10 melhores equipes das Federações de Tiro do Brasil, nas diversas modalidades. Estamos alcançando este objetivo reiteradas vezes em diversas provas ao longo destas 4 etapas já realizadas em 2019.

Muito trabalho ainda por vir.

A próxima parada agora será em Fortaleza, no Ceará, para o 49º Torneio Norte Nordeste, onde uma equipe de atiradores da FMTE está se preparando para desembarcar com alegria, responsabilidade e compromisso, e, escrever mais uma página de nossa história, sempre com muita “ Confraternização Através do Tiro”.

Saudações Esportivas

Wissam Maalouf
Presidente da FMTE
{ Veja os Resultados pelo Campeonato Maranhense aqui: }
{ Veja os Resultados pelo Campeonato Brasileiro aqui: }
fonte: FMTE
Instrutores Credenciados Wir Equipamentos Gregory Armeiro Camping & Cia Paula Carvalho - Avaliação Psicológica Blog Tiro Olímpico Blog Primeiros Tiros
Estatuto  |  Disciplinar  |  Rel. Anual  |  Diretoria  |  História  |  Contato  |  Localização  |  Notícias  |  Fotos  |  Vídeos  |  Mídias  |  Colunas  |  Validador
Biblioteca  |  Enquetes  |  Eventos  |  Fundo do Baú  |  Publicações  |  Atletas  |  Clubes  |  Regulamentos  |  Calendário  |  Resultados  |  Campeonato  |  Recordes

Av. Colares Moreira, 444 sala 646 B
Jardim Renascença - São Luís - MA - 65075-441
(98) 98118-1188 whatsapp